Design sem nome 11 1 - Review: La Casa de Papel (1ª parte)

Pensei nas milhões de maneiras de começar a falar sobre La Casa de Papel, uma das maiores surpresas do ano – falando sobre seriados – ao meu ponto de vista. Com tantas séries sendo criadas, La Casa de Papel conseguiu ser ousada e bem sólida, pelo menos nessa primeira parte.

La Casa de Papel é uma série de drama e suspense espanhola, onde na história oito ladrões se trancam na Casa da Moeda Espanhola no intuito de fazer o maior “roubo” da história, cujo objetivo é sair de lá com mais de 2 bilhões de euros. Para que esse roubo seja feito com perfeição, cada um dos ladrões foi escolhido a dedo pelo Professor – que é o responsável por toda a ideia do roubo – onde cada um têm seu papel para que tudo saia como ele quer. Por isso, ele pensou em tudo, inclusive na polícia, planejando cada ato que eles poderiam fazer, assim eles estariam no controle o tempo todo.

161c6162537442c844620a8c1c888ecd20cc625d 300x169 - Review: La Casa de Papel (1ª parte)

Em uma situação em que tudo parece estar sobre controle, é óbvio que La Casa de Papel nos coloca exatamente seu ponto fraco: os humanos. Por mais que o Professor tenha planejado o roubo toda sua vida, estamos falando de pessoas e a série consegue carregar uma dose extremamente alta nisso, nas relações. Todos os oito ladrões (Tokio, Rio, Nairóbi, Berlim, Moscou, Denver, Helsinque e Olso) que estão nesse plano, têm suas motivações e é isso que torna a série ainda melhor, porque a gente vai conhecendo cada personagem, todos os seus problemas, seus anseios e a gente torce, de certa forma, para que tudo dê certo. Ao mesmo tempo, temos personagens que são realmente sórdidos e que não está para brincadeira, que é o caso do Berlim… Ele é exatamente a personificação e a lembrança de que eles não são tão santos assim, por mais que eles queiram um assalto “limpo”, sem vítimas.

la casa de papel capitulo4 portada 300x122 - Review: La Casa de Papel (1ª parte)

Como disse acima, a relação interpessoal da série é o fator chave dela. É através dela que temos a construção de algo que vai além do roubo. Vemos a Polícia que precisa negociar e tentar tomar controle de uma situação extrema, através da personagem Raquel Murillo, uma mulher que vive em um meio extremamente machista que passa por um drama pessoal de ter sofrido violência doméstica pelo ex-marido (e também um ex-policial super respeitado pela corporação) cuja tarefa é tentar salvar os mais de 60 reféns e prender esses assaltantes, além de descobrir quem está por trás desse plano todo e que negocia com ela.

dcbebe72d24f50676b743bf0fd512fca 300x169 - Review: La Casa de Papel (1ª parte)

La Casa de Papel é um turbilhão de emoções, cada episódio é uma dose de adrenalina. O elenco todo dessa série está mais que de parabéns por conduzir tão bem seus personagens nada fáceis, por sinal, e que a Netflix libere logo a segunda parte da temporada para sabermos o desfecho dessa série espetacular. Deixo até aqui um “agradecimento” à Netflix por investir em séries de produções locais como DARK (que é uma série alemã), é importante que o mundo conheça as produções feitas ao redor do mundo, a gente só tem a ganhar incentivando e promovendo essas produções.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *