Gravity Falls

Porque você precisa assistir “Gravity Falls” agora mesmo!

Não se deixe levar pelos traços fofos e coloridos aparentemente inocentes, “Gravity Falls” é muito mais do que mais um desenho da Disney para crianças.

Dipper e Mabel Pines, são dois irmãos gêmeos de 12 anos, que foram enviados a pequena cidade de Gravity Falls para passar as férias de verão com o seu Tio-Avô Stan, uma charlatão ganancioso, que usa a reputação misteriosa para atrair turistas até a sua “Cabana do Mistério”, uma espécie de museu com diversas tralhas e bugigangas que ele diz serem paranormais, mas tudo balela, é claro!

Em seu primeiro dia na cidade, Dipper acaba achando um misterioso diário de autoria desconhecida, com um número 3 na capa, que fala sobre diversas criaturas mágicas que vivem nos arredores da cidade e cada episódio vai narrar os encontros dos dois irmãos com algum desses seres sobrenaturais.

 

Já da pra ter uma noção de como os dois tem personalidades diferentes

 

A animação conta com apenas duas temporadas, felizmente com começo, meio e fim e como a grande maioria das séries, a primeira temporada vai servir como apresentação desse universo, nos episódios que aparentemente não tem ligação nenhuma entre si, iremos conhecer a personalidade de cada um dos personagens, os mistérios que rondam a cidade e o início para o principal mistério da série: Quem escreveu o diário?

Já a segunda temporada… Meus amigos, é quando “o bagulho fica louco”, você percebe que praticamente tudo estava interligado e que descobrimos que há uma força das trevas, que bom… Quer dominar o mundo.

 

Minha reação assistindo alguns episódios

 

“Gravity Falls” entra na mesma leva de desenhos que são para crianças, mas que não são para crianças (se é que você me entende), assim como “Adventure Time” e “Steven Universe”, embora tenha sim apelo para os pequenos, a animação tem um roteiro bem complexo e desenvolvido, que se preocupa em aprofundar as relações e amadurecer os personagens, tem um humor de duplo sentido que só os adultos conseguem captar e eu diria até com algumas coisas bem assustadoras.

 

Se isso não é assustador eu não sei o que é

 

Além disso, pode-se dizer que “Gravity Falls” é a série com mais referências, easter eggs e simbolismos de todas. Todo, eu disse TODO, episódio tem alguma mensagem escondida, pistas sobre o mistério principal e é claro, vários símbolos “illuminatis”.

E se você acha que criaturas sobrenaturais não é o suficiente, a trama ainda aborda viagens no tempo com uma trena (sim, uma trena), realidades paralelas, seitas secretas, referências a filmes e séries de terror. Isso que eu nem falei da Mabel, que é só a melhor personagem do mundo.

 

Mabel, melhor pessoa

 

Se você ainda não começou a assistir “Gravity Falls”, é melhor corrigir esse erro de caráter o quanto antes e correr que todos os episódios estão disponíveis na Netflix, e como são apenas duas temporada, dá para assistir fácil em um fim de semana.

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *