Review: The Good Place

Mais uma indicação de série aqui no blog, uma série de comédia que provavelmente muitos conseguirão assistir em uma noite apenas. Isso porque The Good Place é uma série muito boa, com episódios rápidos – pouco mais de 20 minutos – e que tem uma história muito leve, dinâmica e  bem cômica.
Se você ainda não sabe sobre a série, The Good Place conta a história póstuma de Eleanor Shellstrop… Isso mesmo, uma mulher que está morta e que, em sua “pós-vida” foi enviada ao “Good Place”, que seria o equivalente ao Paraíso ou, traduzindo… o “Lugar Bom”, onde somente as pessoas que tiveram grandes feitos na Terra estão. Nesse lugar, as pessoas tem tudo o que eles mais gostam e também encontram suas almas gêmeas, com quem passarão toda a eternidade juntos ali.
Acontece que, por um erro do sistema, foi enviada ao “Good Place” a Eleanor errada, uma Eleanor que é totalmente e completamente o oposto de tudo de bom que a Eleanor que deveria estar lá é. Como a Eleanor “falsa” não quer, de jeito algum, ir para o “Bad Place”, ela convence sua.. até então “alma gêmea” Chidi a ajudá-la a se tornar uma pessoa merecedora de estar ali e não ser enviada para o purgatório. Acontece que, mesmo ela tentando mascarar tudo isso, suas ações começam a afetar toda a vizinhança que foi construída por Michael, que é o responsável por coordenar -e fazer- aquilo acontecer da forma como tem que ser. Mas será que a Eleanor vai conseguir enganar todo mundo por muito tempo ou ela vai ser enviada pro lugar aonde deveria realmente estar?
A primeira temporada têm 13 episódios e a série é simplesmente ótima. The Good Place consegue abordar, de uma forma cômica bem satisfatória, esses aspectos da vida pós-morte e o que realmente conta no final das contas, já que na série, pessoas extremamente importantes acabaram indo pro “Bad Place”, para surpresa de muitos rs. É aquela típica série que você pode começar a assistir sem ter pretensão alguma e que, no final das contas, te faz adorar. Toda a história é bem imprevisível, porque várias coisas acontecem e quase tudo é de uma forma inesperada.
Além todos os pontos positivos sobre o enredo em si, The Good Place também consegue se fortificar pelo grande elenco que tem, já que a história têm a protagonista, porém ela precisa de todo o conjunto para fazer aquilo funcionar de maneira brilhante. Temos vários personagens incríveis, tanto quanto a própria Eleanor “falsa”, como a Janet, um tipo de robô em formato humano que consegue responder e auxiliar as pessoas que moram lá, tem a Tahani, aquela vizinha que gosta de se amostrar e também de ajudar – até demais – as pessoas e o próprio Chidi, que seria a alma gêmea da Eleanor e que têm sérios problemas com tomadas de decisão.
É muito legal ver o desenvolvimento da série e como ela vai engrandecendo conforme se passam os episódios e estou extremamente empolgada para começar a acompanhar a segunda temporada. Se você tem Netflix, faz um favor: marca The Good Place na “sua lista” e começar a assistir o quanto antes. Se você gosta de comédia, essa é uma excelente escolha, principalmente com amigos, haha. Aproveita o final de semana e maratona!
P.S¹.: Vale deixar registrado que, no ” the Good Place ou Lugar Bom” as pessoas não podem falar palavrão e isso nos rende várias pérolas, como essa:
Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *