received bWVzc2FnZV9ibG9iX2F0dGFjaG1lbnQ6ODY4NjEwNjIzMTUwNDA0 - Unbreakable Kimmy Schmidt - Análise 1ª Temporada

Sabe aquela série que você começa a ver sem compromisso nenhum, mas quando se dá conta está apaixonado? Foi exatamente isso que aconteceu comigo enquanto estava assistindo Unbreakable Kimmy Shcmidt, um amigo meu a recomendou e eu só decidi ver por que ela é criação da Tina Fey e nada que sai da cabeça dessa mulher é ruim, comecei a assistir como não quer nada e quando me dei conta já tinha acabado a primeira temporada toda (uma das coisas boas da lindeza do Netflix, eles lançam as temporadas toda).

A série conta a historia de Kimmy Schmidt (não? Jura?) uma jovem que foi mantida presa com mais três mulheres durante quinze anos em um bunker por um fanático religioso que dizia que o mundo havia acabado e que elas eram as únicas sobreviventes. Após serem salvas, Kimmy se nega a ir para a sua cidade natal e com apenas sua mochila, a roupa do corpo, seu tênis de luzinha e o dinheiro da indenização, ela resolve ficar em Nova Iorque para tentar viver uma vida adulta e independente.
unbreakable kimmy schmidt 1a temporada 10.jpg  932x545 q85 subsampling 2 - Unbreakable Kimmy Schmidt - Análise 1ª Temporada
Unbreakable Kimmy Schimidt é aquele tipo de série, mas tão surtada, tão nonsense que é impossível não rolar de rir em todos os episódios. A primeira coisa que me fez encantar pela série com certeza foi sua protagonista, Kimmy é aquele tipo de personagem feliz, inocente, muito entusiasmada e com uma vontade enorme de viver a vida que lhe foi tirada independente dos obstáculos que a vida coloca a sua frente. O mais engraçado é vê-la tentando entender e se misturar com o comportamento das pessoas nos dias de hoje e toda essa tecnologia que estão presentes em nosso dia-a-dia. Ela não sabe o que significa “Selfie” minha gente!

Kimmy in the closet - Unbreakable Kimmy Schmidt - Análise 1ª Temporada

Mas não é só a Kimmy que brilha na historia, todos os personagens (isso mesmo TODOS) são hilarios, desde Titus seu colega de quarto gay aspirante a ator da Broadway até a sua chefe milionária e excêntrica Jacqueline. Embora todos sejam personagem bastante exagerados e caricatos, todos são muito bem trabalhados, possuem uma profundidade, são inteligentes e complexos, o que não é tão comum em séries de comédia.
unbreakable kimmy schmidt 1a temporada 08 - Unbreakable Kimmy Schmidt - Análise 1ª Temporada
E mesmo sendo extremamente nonsense, ela consegue ser bastante inteligente e de uma forma bastante sutil faz criticas a forma que vivemos e as coisas que acontecem no mundo. Se pararmos pra pensar a historia de Kimmy nada mais é do que uma analogia a garota que sai do interior pra viver na cidade grande.
A série ainda tem uma direção de arte linda, com cores bem vibrantes que acabam fazendo uma certa “materialização” da personalidade sempre pra cima de Kimmy. E como vi a temporada toda em praticamente um fim de semana, posso dizer que não tem nenhum episodio ruim, quando você pensa que não tem mais com que eles fazerem piada, eles vão lá e nos surpreende. O unico defeito mesmo dela é que 13 episódios de 20 minutos não são o suficiente.
unbreakable kimmy schmidt 1a temporada 03.jpg  932x545 q85 subsampling 2 - Unbreakable Kimmy Schmidt - Análise 1ª Temporada
Se você assim como eu, adora comédias, mas tava com dificuldade de encontrar uma nova série que fosse engraçada e apaixonante, correr lá no Netflix pra se apaixonar pela Kimmy e suas aventuras na cidade grande.
Facebook Comments

0 thoughts on “Unbreakable Kimmy Schmidt – Análise 1ª Temporada”

  1. Parece bastante interessante.Irei colocar na lista de "Assistir" agora mesmo. Tem um bom tempo que não encontro uma boa série de comédia. Vou assistir e depois passo aqui novamente para dizer o que achei.
    Gostei bastante do blog, vou dar uma olhada nos outros posts!

    Iuri Rodrigues | LiteraCult
    literacult.blogspot.com

  2. Oláaa,
    ainda não conhecia a série! Mas estava em busca de uma de comédia, e pelo que tu disse, nenhuma melhor que esta. De comédia, só assisto The big bang theory, e já assisti todos os episódios lançados…
    Gosto de séries inteligentes, que mesmo com toda a graça, tenha uma história,ou algo que reflita na sociedade. Como o que você disse disso tudo ser como se uma garota tivesse saído do espaço rural para viver no espaço urbano.
    Não tenho conta no netflix (aaaaaaaaaaaai, ~shoremos~), mas vou dar um jeito de assistir a série! Beijos,
    http://www.entreleitores.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *