logo%2Bchallenge%2Bserie%2Btv%2B2013%2B(5) - 50%

Hoje por algum milagre divino acordei cedo e como todos sabem, domingo por si só já é um dia entediante, domingo chuvoso de manhã então o tédio chega no ápice. Pra não entrar em estado de vegetação decidi dar uma garimpada no Netflix e eis que vejo um poster com o Joseph Gordon-Levitt raspando a cabeça e o Seth Rogen atrás fazendo cara de nojinho, sem nem ler a sinopse decidi que era aquilo que assistiria nessa manhã. Alguns minutos depois perccebo que estava diante de um filme um tanto quanto diferente, no bom sentido, é claro.
 50 50 Theatrical Still Anna Kendrick Joseph Gordon Levitt - 50%
O longa é baseado na vida de Will Reiser, um roteirista de Hollywood (o roteirista desse filme só pra constar) , que quando tinha 25 anos lutou e venceu o câncer. O filme vai contar a historia de Adam (Joseph Gordon-Levitt), um rapaz de 27 anos, que é modelo de saúde, não bebe, não fuma, pratica exercícios e até não dirige por que essa é a quinta maior causa de morte nos EUA. Eis que por um acaso da vida ele descobre que tem um câncer raro na coluna.
Embora tenha medo do que a vida o reserva, Adam tenta levar sua vida normalmente, mas é meio complicado ignorar o câncer, ainda mais para as pessoas próximas a ele. Rachel (Bryce Dallas Howard), sua namorada, diz que ficara ao seu lado, mas é notório o desconforto da garota, que embora não gostasse mais de Adam muito antes da doença, não quer abandona-lo, Kyle (Seth Rogen), seu melhor amigo. não sabe muito como reagir a noticia e decidi se apegar aos 50% de chance que Adam tem de sobreviver e Diana (Anjelica Houstoun), a mãe super protetora, que já tem que lidar com o marido que tem Alzheimer acaba sufocando mais ainda o filho.
5050 cuthair hd - 50%

O maior mérito de 50% é que embora  seja um filme com uma temática um tanto pesada e que não é lá muito original no cinema, ele inova, pois é uma comédia. E uma comédia que não tem medo de usar o humor negro, além de ser cheio de momentos politicamente incorretos, como por exemplo, uma cena, após Adam ter sua primeira sessão de quimioterapia aonde acabou comendo alguns bolinhos com maconha e sai da sala do hospital rindo de tudo a sua volta, inclusive de corpos ensacados.
Mesmo sendo uma comédia o longa consegue ser inteligente, sincero, sensível e emocionante. E é claro que ele também tem a sua carga dramática que fica encargo dos medos e angustias que Adam tem e que estão muito bem personificadas na incrível atuação de Joseph Gordon-Levitt.
E não é só Gordon-Levitt que está incrível nesse filme, todo elenco está fantástico, até mesmo Seth Rogen que mesmo interpretando o mesmo personagem de sempre funciona muito bem em cena. Outra que está excelente em cena é Anna Kendrik interpretando a simpática e desorganizada Dr. Katherine, analista de Adam, ela e Joseph Gotrdon-Levitt tem uma ótima química, que só faz com que nós espectadores gostemos cada vez mais dos personagens.
02 - 50%

50% foi a escolha perfeita para assistir em um domingo de manhã, pois ele parece ter sido feito com esse intuito, despretensioso, mas ao mesmo tempo tocante, é aquele tipo de filme que se você tem tendencia a se emocionar provavelmente se pegará com um sorriso nos lábios e uma lagrima tímida escorrendo dos olhos. Se você tem conta no Netflix vale a pena dar uma chance ao longa.

5050 p2 - 50%



Direção: Jonathan Levine
Elenco: Joseph Gordon-Levitt, Seth Rogen, Anna Kendrick, Bryce Dallas Howard, Anjelica Huston, Serge Houde, Andrew Airlie.
Roteiro: Will Reiser
Produção: Evan Goldberg, Ben Karlin, Seth Rogen
Fotografia: Terry Stacey
Duração: 99 minutos
Distribuidora: Não definida
Genero: Comédia Dramática
Estúdio: Mandate Pictures / Point Gray
País: EUA
Ano: 2011

Facebook Comments

0 thoughts on “50%”

  1. Oi Erick!! Awn, olha o Gordon, como não amar? ♥ Meu Deus, eu ia morrer sem saber desse filme! 2011?! Já quero assistir, aqui em Belém só chove, todo dia e o dia todo, então eu tô no clima pra assistir haha Só por esse elenco eu já tava aqui caçando o filme na Netflix, daí você vai e escreve humor negro, pronto! Já me convenceu totalmente 😉 Enquanto tem bastante gente sensível a esse tipo de humor, eu adoro, porque a gente tem que tentar sorrir e aproveitar todos os momentos que puder né? 😉 Adorei a sua crítica! http://www.trocandodisco.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *